Última hora
This content is not available in your region

Tensão em manifestações contra medidas restritivas

De  Euronews
euronews_icons_loading
Tensão em manifestações contra medidas restritivas
Direitos de autor  Francisco Seco/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de detenções na Áustria, Bélgica e Países Baixos em manifestações contra as medidas restritivas relacionadas com a Covid-19. A tensão começa a subir depois de quase um ano de restrições, encerramentos, confinamentos e distanciamento social - a polícia obrigada a intervir.

Apesar de todas as restrições, no domingo, aproximadamente 5 mil pessoas reuniram-se na praça central Maria Theresien de Viena, num ajuntamento "não autorizado" em tempos de Covid-19.

A polícia de Bruxelas prendeu dezenas de pessoas na tentativa de impedir duas manifestações que estavam proibidas.Na Bélgica, as restrições que encerraram os bares e restaurantes desde outubro, juntamente com o recolher noturno obrigatório, reduziram a taxa de infecções e uma parte da população acredita que está na altura de levantar as medidas.

Na semana passada, os Países Baixos também assistiram a protestos contra o recolher obrigatório. No domingo, em Amsterdão, uma forte presença policial impediu uma manifestação pacífica, mas não autorizada.

Na Eslovénia, as escolas de duas regiões estiveram encerradas durante 10 semanas, reabriram, mas voltaram a fechar passado uma semana - a situação atraiu manifestações no país. Os pais estão indignados contra o encerramento e alegam que as infeções graves acontecem principalmente em lares de idosos e não nas escolas.