EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Sicília vai receber 422 pessoas resgatadas do Mediterrâneo

Sicília vai receber 422 pessoas resgatadas do Mediterrâneo
Direitos de autor Fabio Peonia/LaPresseFabio Peonia Photographer VIA AP
Direitos de autor Fabio Peonia/LaPresseFabio Peonia Photographer VIA AP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Migrantes a bordo do navio humanitário Ocean Viking vão desembarcar em Itália, onde permanecerão em quarentena. Entre os passageiros há pelo menos oito casos de covid-19.

PUBLICIDADE

O navio humanitário Ocean Viking já tem porto de segurança. Roma aceitou o pedido de ajuda e Sicília prepara-se para receber as 422 pessoas a bordo; pelo menos oito têm covid-19.

A embarcação das organizações não-governamentais SOS Mediterranèe e Médicos Sem Fronteiras resgatou os migrantes ao largo da costa da Líbia.

Num comunicado, a equipa de resgate e salvamento garante ter isolado os casos de infeção. No entanto, alerta para o quase impossível distanciamento entre os sobreviventes num barco de 69 metros sobrelotado.

Após o desembarque no porto de Augusta, os migrantes serão reencaminhados para o navio Rapsody, onde vão permanecer em quarentena. Entre eles, encontram-se 124 menores. 

Uma mulher grávida e o companheiro estavam também entre os passageiros, mas acabaram por desembarcar em Malta. 

A SOS Mediterranèe congratulou-se com a abertura de Itália ao desembarque do Ocean Viking, apelando ainda à União Europeia para que "reforce o apoio aos estados costeiros e restabeleça uma capacidade de salvamento dedicada" ao Mediterrâneo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Médicos Sem Fronteiras cessam salvamentos no Mediterrâneo com Ocean Viking

Portugal vai acolher migrantes do Ocean Viking

Liga de Salvini abandona grupo de Meloni no Parlamento Europeu. Há riscos para o governo italiano?