Última hora
This content is not available in your region

Bolsa de Amesterdão ultrapassa Londres em volume de transações

euronews_icons_loading
Bolsa de Amesterdão ultrapassa Londres em volume de transações
Direitos de autor  Peter Dejong/AP 2016
Tamanho do texto Aa Aa

A praça financeira de Amesterdão ultrapassou a sua equivalente britânica enquanto principal centro de transação de ações na Europa.

Os dados dizem respeito a janeiro e representam um volume de negócios perdido pela City de Londres devido à saída da União Europeia.

A média de valores transacionados no mês passado nos Países Baixos atingiu 9,2 mil milhões de euros, um aumento superior a quatro vezes os valores relativos a dezembro.

Em Londres, os volumes transacionados desceram para 8,6 mil milhões de euros.

O Reino Unido perde assim o lugar histórico ocupado ao longo de décadas enquanto principal centro financeiro do continente europeu.

Bruxelas não reconhece o mesmo estatuto de equivalência regulatória às instituições financeiras britânicas o que levou muitas instituições financeiras europeias a abandonarem Londres em favor do continente.

Os serviços financeiros, parte considerável da economia britânica, ficaram de fora do acordo concluído entre o Reino Unido e a União Europeia em dezembro.

A praça financeira de Londres gera cerca de 150 mil milhões de euros anualmente, grande parte deste dinheiro é proveniente de taxas financeiras sobre transações.

Bruxelas afirma que não vai levantar a proibição até Londres clarificar a posição relativamente às divergências de regulação que pretende implementar.