Última hora
This content is not available in your region

UE quer compromisso de Londres

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro
euronews_icons_loading
UE quer compromisso de Londres
Direitos de autor  ebs
Tamanho do texto Aa Aa

As negociações para o acordo do Brexit entraram na reta final, mas a meta ainda não está à vista. O governo britânico anuncia a maior recessão do pós-guerra e, pelo menos internamente, Boris Johnson não mostra sinais de ceder às questões que Bruxelas põe em cima da mesa, incluindo o acesso aos bancos de pesca britânicos.

"A nossa posição nas pescas não mudou. Só podemos fazer progressos se a União Europeia aceitar a realidade de que temos de controlar o acesso às nossas águas. É muito importante sublinhar isto nesta altura,"afirma o primeiro-ministro britânico.

Na resposta, a presidente da Comissão Europeia garante que ainda está na mesa a possibilidade de não haver acordo de relacionamento com o o Reino Unido. Bruxelas diz que Londres tem de aceitar comprometer-se em questões essenciais. "Os tópicos cruciais para a a parte europeia são questões ligadas à igualdade de condições, à administração e à pesca. Com muito pouco tempo pel a frente, faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para chegar a um acordo. Estamos prontos a ser criativos, mas n ão estamos prontos a pôr em causa a integridade do mercado único," avisa Ursula von der Leyen.

A pouco mais de um mês do final do período de transição do Brexit, Michel Barnier, o negociador da União Europeia, já fez saber que não faz sentido continuar a negociar se não houver sinais de compromisso do Reino Unido.