Última hora
This content is not available in your region

O som da normalidade regressa a Nórcia através do sino

euronews_icons_loading
O som da normalidade regressa a Nórcia através do sino
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Os habitantes de Nórcia, em Itália, já não ouviam o som do sino da Basílica de São Bento há quatro anos. A catedral foi apanhada pelo sismo de 2016 que abalou o centro do país. Os trabalhos de reconstrução começaram logo após o desastre que destruiu a cidade. A primeira fase de reconstrução da Basílica já está concluída. Fachada e torre do sino já estão "de pé".

"Ouvir novamente o som dos sinos da Torre da Cidade foi uma emoção forte e também um símbolo muito importante para a nossa comunidade.", diz à euronews Nicola Alemanno, presidente da câmara de Nórcia.

O sismo de magnitude 6.6 destruiu a Basílica de São Bento que é também a Padroeira da Europa.

"São Bento foi capaz, graças aos mosteiros e ao monaquismo beneditino, de defender a Europa da desintegração depois das invasões bárbaras e, ao fazê-lo, conseguiu aproximar os povos europeus.", explica Giuseppina Perla, conselheira Municipal de Cultura e Turismo de Nórcia.

As consequências do terremoto perduram até hoje. Muitos dos habitantes desta cidade, epicentro do sismo, continuam a viver em casas temporárias. A pandemia piorou tudo.

"Imagine quão complicado foi ficar em confinamento em habitações de emergência, casas de 40, 60 ou 80 metros quadrados.", diz o autarca da cidade.

Pior do que o sismo, é a incerteza que agora paira no ar, conta uma empresária. "Quando aconteceu o terremoto tivemos de perceber o que sobrou e depois arregaçar as mangas e seguir com nossa vida. Pelo contrário, com a Covid, não sabemos o que pode acontecer de um dia para o outro.", explica Anna Petrangeli, empresária no setor de alimentos.

As empresas têm enfrentado dificuldades, mas muitas sobrevivem. Agora, as atenções estão na reconstrução da igreja.