EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

União Europeia prepara nova fase de apoio a Luanda

Jeannette Seppen, embaixadora da UE em Angola
Jeannette Seppen, embaixadora da UE em Angola Direitos de autor AMPE ROGÉRIO/Lusa
Direitos de autor AMPE ROGÉRIO/Lusa
De  Teresa Bizarro com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Programas para os próximos anos focados na boa governança e na sustentabilidade

PUBLICIDADE

União Europeia prepara nova fase de apoio a Angola. O quadro das relações institucionais entre Bruxelas e Luanda está em fase de revisão. O Fundo Europeu de Desenvolvimento já investiu no país mais de 130 milhões de euros. Para os próximos anos, a aposta passa por modelos mais sustentáveis - tanto para o ambiente como para as populações.

Jeannette Seppen, embaixadora da União Europeia em Luanda, explica em entrevista à agência Lusa que as duas partes estão "a tratar da nova planificação para os próximos seis, sete anos" e garante que "vai ser uma programação para apoiar verdadeiramente Angola a ser uma economia mais verde, mais sustentável, mais resiliente".

"Podem ser, por exemplo, programas que vão na direção da boa governança, da segurança das populações. Programas que sejam um apoio para capacitação institucional e também temos programas, nomeadamente no sul de Angola, nas três províncias do sul, que dão verdadeiramente um apoio muito direto às famílias e ajudam a desenvolver o setor agro-industrial," afirma Jeannette Seppen, que chegou a Angola em setembro do ano passado.

A embaixadora da União Europeia em Angola sublinha que o diálogo com Luanda inclui as questões dos direitos humanos. A diplomata aguarda esclarecimentos sobre os incidentes na Lunda Norte, em que vários angolanos terão sido mortos pela polícia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"A próxima Comissão será de centro-direita", diz copresidente do CRE

No hemiciclo e com perguntas do público: como será conduzido o debate sobre as eleições europeias

Reconhecimento do Estado palestiniano é apenas um "pequeno passo", dizem espanhóis