This content is not available in your region

Billie para além do jazz

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
billie
billie   -   Direitos de autor  AP/AP

“Uma chamada de atenção. Um filme sobre a América de hoje, do passado e da América daqui a 20 anos”, é assim que Lee Daniels fala sobre "Estados Unidos vs. Billie Holiday”.

O filme acompanha o percurso da diva do jazz mas o realizador norte-americano quis mostrar um lado que poucos conhecem de Billie Holiday.

“Sabemos que ela é uma cantora de jazz incrível. Sabíamos que havia um lado mais obscuro e que foi por isso que ela foi capaz de nos dar o que deu. Mas não sabíamos que ela tinha dado o pontapé de saída ao Movimento dos Direitos Civis, como sabemos atualmente”. Lee Daniels diz que uma das características da América é “não contar as histórias do país” e, por isso, sublinha a importância de poder contar esta história.

Billie Holiday é desta vez interpretada pela cantora Andra Day, nomeada para um Globo de Ouro. A intérprete do tema “Rise Up” estreia-se no cinema ao lado de Trevante Rhodes, do filme “Moonlight”.

Rhodes diz que Billie Holiday representa a sua mãe, avó e” todas as mulheres negras fortes e belas” que passaram pela sua vida . O ator destaca a oportunidade de realçar uma história que destaca a luta contra a descriminação racial.

“Estados Unidos vs. Billie Holiday” estreia em Portugal no dia 8 de abril.