EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Billie para além do jazz

billie
billie Direitos de autor AP/AP
Direitos de autor AP/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

"Estados Unidos vs. Billie Holiday", um filme de Lee Daniels, mostra como a diva do jazz foi precursora da luta pelos direitos civis

PUBLICIDADE

“Uma chamada de atenção. Um filme sobre a América de hoje, do passado e da América daqui a 20 anos”, é assim que Lee Daniels fala sobre "Estados Unidos vs. Billie Holiday”.

O filme acompanha o percurso da diva do jazz mas o realizador norte-americano quis mostrar um lado que poucos conhecem de Billie Holiday.

“Sabemos que ela é uma cantora de jazz incrível. Sabíamos que havia um lado mais obscuro e que foi por isso que ela foi capaz de nos dar o que deu. Mas não sabíamos que ela tinha dado o pontapé de saída ao Movimento dos Direitos Civis, como sabemos atualmente”. Lee Daniels diz que uma das características da América é “não contar as histórias do país” e, por isso, sublinha a importância de poder contar esta história.

Billie Holiday é desta vez interpretada pela cantora Andra Day, nomeada para um Globo de Ouro. A intérprete do tema “Rise Up” estreia-se no cinema ao lado de Trevante Rhodes, do filme “Moonlight”.

Rhodes diz que Billie Holiday representa a sua mãe, avó e” todas as mulheres negras fortes e belas” que passaram pela sua vida . O ator destaca a oportunidade de realçar uma história que destaca a luta contra a descriminação racial.

“Estados Unidos vs. Billie Holiday” estreia em Portugal no dia 8 de abril.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Maior festival de cinema da Escandinávia abre para uma pessoa

Um festival de cinema para uma pessoa

"Wonder Woman 1984" estreia no Dia de Natal no cinema e na HBO MAX