Última hora
This content is not available in your region

Israel quer ser o primeiro país a ultrapassar a pandemia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Israel quer ser o primeiro país a ultrapassar a pandemia
Direitos de autor  Ariel Schalit/ Associated Press
Tamanho do texto Aa Aa

Israel quer ser o primeiro país a ultrapassar a Covid-19. Intenção declarada esta segunda-feira pelo primeiro-ministro. Benjamin Netanyahu anunciou que 5 milhões de pessoas já estão vacinadas - cerca de 57 por cento do total da população.

O país retoma hábitos de há um ano, com o chefe de governo a dar o exemplo. Quem está vacinado já pode frequentar restaurantes. Nas redes sociais, Benjamin Netanyahu partilhou um vídeo a almoçar numa esplanada.

"Este é um grande dia, estamos a abrir os restaurantes com "passaportes verdes", voltando à vida. Ainda temos de ter cuidado, usar máscaras, manter as distâncias exigidas, a distância social. Mas, estamos a sair disto," disse o primeiro-ministro.

O executivo resolveu reabrir o comércio não essencial a duas semanas das eleições, marcadas para 23 de março. Israel quer concluir o processo de vacinação em abril.

Após vários adiamentos, Israel começou também esta segunda-feira a vacinar os cerca de 100 mil palestinianos que trabalham no interior do país e nos colonatos da Cisjordânia.

Os trabalhadores palestinianos que atravessaram para Israel em vários postos de controlo da Cisjordânia receberam as primeiras doses da vacina. A campanha de vacinação é executada pela agência militar de Israel que coordena as operações do governo na Cisjordânia.