Última hora
This content is not available in your region

Manifestações para não esquecer o clima em tempos de Covid

euronews_icons_loading
Manifestações para não esquecer o clima em tempos de Covid
Direitos de autor  Claudio Furlan/LaPresse
Tamanho do texto Aa Aa

Setecentas cidades por todo o mundo acolheram mais uma iniciativa da "Sexta-Feira pelo Futuro".

Em mais uma jornada de protestos em defesa do planeta, milhares de manifestantes exigiam, como aqui em Paris, que os líderes mundiais tomem medidas imediatas contra a crise climática.

Na capital belga, Bruxelas, com palavras de ordem como "não há futuro num planeta morto", repetiam-se os pedidos de mais ação política, sobretudo num momento em que a pandemia relegou para segundo plano as preocupações com o clima.

Olivia Fleuvie, Amnistia Internacional:"No caso da crise da Covid, tivemos que atuar rapidamente face aos hospitais que ficavam sobrelotados e, infelizmente, na cabeça dos nossos líderes políticos parece que o clima não tem a mesma urgência. Mas sim, é bastante urgente. Os efeitos são talvez menos óbvios que com a Covid, mas é tão urgente."

Em Viena, o protesto terminou com uma cadeia humana de três quilómetros, em pleno centro da capital austríaca, de máscara e respeitando o distanciamento social e sob o lema "fim às promessas falsas".

Em Milão, a jornada de ação global foi pautada por uma "pedalada pelo futuro".

O movimento "Sexta-feira pelo Futuro" foi lançado pela emblemática ativista sueca Greta Thunberg.