Última hora
This content is not available in your region

Jovens alemães em defesa do meio ambiente

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com AP, AFP, EVN
euronews_icons_loading
Alemanha
Alemanha   -   Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Na reta final para as eleições na Alemanha, as sextas-feiras para o futuro organizam protestos em todo o país. Pedem uma mudança na política alemã. A euronews entrevistou com o ativista Linus Steinmetz sobre a importância do escrutínio.

Para este jovem "e__stas eleições alemãs são, realmente, sobre o fim da utilização de carvão, que é uma reivindicação" que os jovens que têm parte do movimento têm."Mas o governo conservador decidiu acabar com o carvão até 2038, o que não é suficiente, precisamos de fazê-lo até 2030 e esta é uma das principais razões pelas quais os jovens de hoje protestam nas ruas por um novo tipo de governo", explica Steinmetz que ganhou um processo contra o governo alemão no início do ano. Como resultado, o executivo teve de alterar a lei sobre o clima.

Mas, ao mesmo tempo, e ironicamente, no domingo ele não poderá votar, porque só faz 18 anos em outubro. "Vemos que muitos jovens, como eu, não podem votar, apesar de intervirmos a nível político e de sabermos que é o nosso futuro que estamos a decidir_, por isso penso que precisamos de mais jovens a votar e, neste momento, a maioria dos eleitores na Alemanha são bastante velhos, por isso, para mudar a política de uma forma mais progressiva, precisamos de eleitores mais jovens e é por isso que precisamos também que se altere a idade de voto",_ reinidica o jovem.

Na Alemanha, quase 60% dos eleitores têm mais de 50 anos. Um eleitorado envelhecido num país onde os jovens anseiam por fazer-se ouvir, por agora, apenas através do protesto.