Última hora
This content is not available in your region

Das chávenas-bolacha às canecas de cerveja com sabor a bacon e queijo

euronews_icons_loading
Das chávenas-bolacha às canecas de cerveja com sabor a bacon e queijo
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Um cafezinho numa chávena comestível, com vários sabores e ecológica. Depois de muitas tentativas, Zuzana e Miroslav, estudantes de economia em Praga, na República Checa, descobriram a receita para as chávenas-bolacha.

Chávenas que aguentam bebidas quentes durante 45 minutos. Zuzana Zverova diz que “são produzidas principalmente a partir de farelo de aveia, são ligeiramente doces e têm um sabor saudável".

Com a ideia, decidiram montar uma start-up em Praga e o projeto vingou. “O projeto chávena comestível foi criado na nossa universidade quando fomos com amigos beber café e reparámos na quantidade de papel e plástico usados todos os dias. Decidimos viver mais ecologicamente, inventámos uma forma de beber e comer ao mesmo tempo", explica Zuzana.

As primeiras experiências começaram há dois anos numa cozinha de um pequeno apartamento. Só depois de um ano foi encontrada a combinação perfeita. E então surgiram as taças que não se desfazem com chá ou café quentes durante 40 minutos.

A segunda etapa foi conseguir apoio técnico e financeiro para o projeto. Miroslav Myroncuk sublinha que "a Universidade Técnica de Praga recomendou o subsídio europeu para ciência e investigação, o que ajudou a criar a nossa própria tecnologia e receita".

As taças são agora matéria para concluírem o diploma. As primeiras taças estão a ser produzidas na Bulgária porque a crise do coronavírus provocou alguns atrasos. Mesmo assim, 50 cafés checos já usam as chávenas ecológicas.

O próximo passo de Zuzana e Miroslav é tentar criar canecas de cerveja com sabor a queijo ou bacon, refere o jornalista da Euronews em Praga, Jiri Skacel.