Dois diplomatas russos expulsos de Itália acusados de espionagem

Dois diplomatas russos expulsos de Itália acusados de espionagem
Direitos de autor Alessandra Tarantino/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Ana Serapicos
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Funcionários da embaixada estariam envolvidos num esquema com um outro funcionário italiano para troca de informações confidenciais

PUBLICIDADE

Dois diplomatadas russos foram expulsos de Itália depois de acusados de espionagem. 

O governo italiano anunciou que iria expulsar os dois funcionários da embaixada, um dia depois da deter em flagrante delito um oficial da marinha italiana a entregar a um militar russo documentos "confidenciais" em troca de dinheiro.

De acordo com as agências de notícias italianas que citam fontes oficiais, os documentos partilhavam informações sobre Itália, mas também sobre a NATO.

O ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia já comentou a decisão do governo italiano, dizem estar a esclarecer os motivos da expulsão dos dois funcinários da embaixada e lamenta que tal tenha contecido.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Dinamarca sob pressão devido a alegada espionagem na Europa

Tajani cancela viagem a Paris por "insultos inaceitáveis" a Meloni

Ataque a trabalhadores humanitários em Gaza causa incidente diplomático entre Polónia e Israel