Última hora
This content is not available in your region

Eleições legislativas em clima de tensão

euronews_icons_loading
Eleições legislativas em clima de tensão
Direitos de autor  أ ب
Tamanho do texto Aa Aa

Os albaneses escolhem, este domingo, a nova composição do parlamento. Umas Legislativas consideradas vitais para os que sonham com a adesão do país à União Europeia e após uma campanha marcada por insultos, acusações de corrupção e incidentes violentos.

O atual primeiro-ministro, líder do Partido Socialista desde 2005, Edi Rama, concorre a um terceiro mandato e promete demitir-se se não obtiver a maioria dos 140 assentos no parlamento.

Aos 56 anos o chefe do governo apostou numa campanha maciça de vacinação que deverá levar à imunização de meio milhão de albaneses até ao final de maio. Mas não se viu livre de críticas e de protestos.

Contra ele na corrida está Ilir Meta, que em 2004 deixou os socialistas e fundou uma nova formação e que para este escrutínio se aliou aos liberais, de centro-direita que procuram, a todo o custo, a possibilidade de formar, pela primeira vez, governo.

De acordo com a Comissão Central de Eleições albanesa os resultados serão publicadas nos próximos dois dias.

A campanha eleitoral tornou-se tensa na reta final, com a morte de um simpatizante do partido Socialista baleado num tiroteio com Democratas que acusavam o adversário de compra de votos.