Última hora
This content is not available in your region

Incêndio mata dezenas de pessoas em Bagdade

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com AP, AFP
euronews_icons_loading
Incêndio mata dezenas de pessoas em Bagdade
Direitos de autor  Anmar Khalil/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 80 pessoas morreram e 110 ficaram feridas num incêndio que deflagrou na Unidade de Cuidados Intensivos do hospital Ibn al-Khatib, em Bagdade, a capital do Iraque. Parte delas eram pacientes internados com casos graves de infeção pelo novo coronavírus. Uma informação avançada pelo ministério do Interior do Iraque. Nas redes sociais o porta-voz da Comissão Independente dos Direitos Humanos, um organismo semioficial, falava em 28 pessoas que estavam na UCI a receber oxigénio.

As primeiras informações recolhidas apontam para negligência já que o fogo terá sido desencadeado pela explosão de uma garrafa de oxigénio numa enfermaria do hospital. O Primeiro-Ministro Mustafa al-Kadhimi deu 24 horas às autoridades competentes para apresentarem os resultados de uma investigação.

Na sequência do incêndio começaram os despedimentos. O chefe do executivo demitiu o diretor-geral do departamento de Saúde de Bagdade, o do hospital onde ocorreu a tragédia e o responsável de engenharia e manutenção. Para Al-Khadhimi "a negligência nestas matérias não é um erro, mas um crime pelo qual todas as partes negligentes devem assumir a responsabilidade".

O incêndio acontece no momento em que o Iraque se debate com a segunda vaga da pandemia de Covid-19. Os casos diários superam os 6000, nos últimos dias. Os números mais elevados desde o início do ano passado, altura em que começou a propagação do vírus no país.

No Iraque já morreram, pelo menos, 15.200 pessoas devido à doença. Cerca de 100.000 foram infetadas, de acordo com dados oficiais.

A enviada da ONU no Iraque Jeannine Hennis-Plasschaert já expressou "choque e dor" pelo incidente e apelou a medidas de proteção mais fortes nos hospitais.