Última hora
This content is not available in your region

Virgin Galactic mais perto do turismo espacial

euronews_icons_loading
Virgin Galactic mais perto do turismo espacial
Direitos de autor  AP/AP
Tamanho do texto Aa Aa

A Virgin Galactic completou este sábado o terceiro voo e deu mais um passo em direção ao turismo espacial.

Durante 13 minutos, VSS Unity sobrevoou uma altitude de mais de 13 mil metros e aterrou com segurança no Novo México. Na cabine estavam Dave Mackay e CJ Sturckow, que voou como piloto no comando, e que se tornou na primeira pessoa a voar para o espaço a partir de três estados norte-americanos diferentes.

O voo deste sábado estava previsto para dezembro de 2020, mas uma falha informática interrompeu a ignição do motor do foguetão. A Virgin remarcou o voo para fevereiro, mas acabou por adiá-lo também por causa de falha técnicas.

Para o diretor executivo da Virgin Galactic, foi dado "um grande passo em frente tanto para os voos espaciais da empresa, como para os voos humanos no Novo México”. “Começaremos imediatamente a processar os dados obtidos neste voo de teste bem-sucedido, e estamos ansiosos por partilhar notícias sobre o nosso próximo marco planeado", revelou Michael Colglazier.

A empresa de turismo espacial de Richard Branson quer começar a lançar voos turísticos para os limites da atmosfera da Terra, no início do próximo ano.