Última hora
This content is not available in your region

Extremista abatido a tiro pela polícia francesa

euronews_icons_loading
Extremista abatido a tiro pela polícia francesa
Direitos de autor  LOIC VENANCE/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

Um homem conhecido pelas autoridades francesas por ter ideias radicais e sofrer de doença psiquiátrica, morreu esta sexta-feira, perto de Nantes, na sequência de confrontos com a polícia, após ter ferido com uma faca vários agentes.

A primeira vítima, uma agente, ficou em estado crítico, depois de ter sido esfaqueada pelo indivíduo, que lhe roubou ainda a arma de serviço e fugiu a pé. Dois outros agentes sofreram ferimentos na mão e no braço.

De acordo com o ministro francês do Interior, Gérald Darmanin, "o autor queria manifestamente atacar os agentes", que o localizaram e "responderam", quando ele os atacou "disparando contra eles".

As forças de segurança pedem mais proteção e castigos mais severos contra os criminosos, depois de uma série de agressões que, nos últimos meses, chocaram o país.

No início deste mês, um agente foi morto a tiro enquanto investigava o tráfico de droga em Avignon. Já em abril, uma funcionária da polícia foi esfaqueada nos arredores de Paris, no último ataque jihadista em França.