EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Milhares de brasileiros contestam na rua gestão de Bolsonaro

Milhares de brasileiros contestam na rua gestão de Bolsonaro
Direitos de autor Bruna Prado/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Bruna Prado/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em várias cidades do Brasil, ouviu-se críticas e exigências ao governo. A gestão da crise sanitária e económica no país esteve no centro das manifestações deste sábado, onde se pediu a destituição do presidente.

PUBLICIDADE

O impeachement voltou às bocas dos brasileiros, que, este sábado, agora tapadas por máscaras, exigiram a destituição de Jair Bolsonaro. 

À semelhança de outras cidades no país, milhares de pessoas no Rio de Janeiro saíram às ruas em protesto contra a gestão da atual pandemia. Pedem ao governo mais vacinas e mais ajudas do Estado para fazer face à crise sanitária e económica.

"Estou aqui para lutar pelos direitos das pessoas necessitadas, pelo direito dos meus filhos, pelo meu direito de viver, de ter vacinas para todos. É um governo de incompetentes que está a arruinar o nosso país, a arruinar as nossas florestas, a arruinar a população pobre, a fundação do país", afirma uma das manifestantes.

Todos os estados do país, bem como o distrito federal, onde se encontra a capital, Brasília, contaram com protestos.

Desde o início da pandemia morreram no Brasil 460 mil pessoas com covid-19. A crise, revela o centro de política social da Fundação Getúlio Vargas, atirou 27 milhões de pessoas para a pobreza. 

No primeiro trimestre de 2021, o número de famílias a viver com menos de um salário mínimo atingia já o valor mais alto dos últimos nove anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Jair Bolsonaro multado em São Paulo

Gestão da pandemia no Brasil vai ser investigada pelo Senado

Mais de metade dos brasileiros sem comida suficiente