This content is not available in your region

Reino Unido pode estar na terceira vaga de Covid-19

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com AP, AFP, EVN
euronews_icons_loading
Centro de vacinação, Inglaterra
Centro de vacinação, Inglaterra   -   Direitos de autor  AP/Euronews

À medida que se aproxima o verão e que as temperaturas começam a convidar à praia, no Reino Unido, os cientistas alertam para o facto de que a terceira vaga de Covid-19 pode ter já começado na Grã-Bretanha. Preocupações que lançam dúvidas sobre os planos para levantar todas as restrições, dentro de três semanas, em Inglaterra. A propagação da variante descoberta na Índia está a aumentar as dúvidas, sobretudo quando o país, e apesar de estar avançado em termos de vacinação, registou mais de 3000 casos de infeção diários nos últimos seis dias.

O responsável pela vacinação no Reino Unido, Nadhim Zahawi, mostrava alguma inquietação e afirmava que, neste momento, não dispõem "de dados suficientes. Há algumas partes do país onde, literalmente, não há B.1.617.2 e tudo está bastante estável. Noutras partes do país começa a ultrapassar a variante B.1.1.7 - a variante de Kent".

Em França toda a população adulta pode agora ser vacinada, se quiser. Há casos em que é preciso, de facto, fazê-lo. Um jovem explicava que é "__um dever ser vacinado" para começar a poder ver os seus "avós e depois ir de férias, em julho". É muito importante, também, porque acaba "de assinar um contrato de trabalho num restaurante com mais de 200 lugares", e foi por isso que precisou de vacinar-se.

A taxa de contágio, em Itália, continua a diminuir e mais regiões estão a ser colocadas na classificação de "zona branca". O que significa que registaram menos de 50 casos de COVID-19 por 100.000 habitantes, durante três semanas consecutivas. A recompensa é a flexibilização das restrições.