EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Boris Johnson mantém confinamento por 4 semanas

Boris Johnson teve de recuar no plano de desconfinamento
Boris Johnson teve de recuar no plano de desconfinamento Direitos de autor Leon Neal/AP
Direitos de autor Leon Neal/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O levantamento completo das restrições estava programado para 21 de Junho no Reino Unido foi adiada para 19 de Julho, devido à propagação da variante delta do coronavírus

PUBLICIDADE

A reabertura completa das atividades, programada para 21 de Junho, no Reino Unido, foi adiada para 19 de Julho devido ao a propagação da variante delta do coronavírus. O anúncio feito pelo primeiro-ministro britânico Boris Johnson.

Numa conferência de imprensa na segunda-feira, o chefe do governo britânico disse estar "confiante de que não precisaremos de mais do que quatro semanas", uma vez que entretanto mais milhões de pessoas estarão totalmente vacinadas contra o vírus.

Para Johnson, é "sensato esperar um pouco mais" e "é tempo de aliviar o acelerador".

De acordo com o plano do governo para sair do bloqueio, todas as restrições ao contacto social deveriam ser levantadas na próxima segunda-feira, 21 de junho. 

Antes do anúncio de Boris Johnson, centenas de pessoas participaram num protesto junto à residência oficial do primeiro-ministro contra o prolongamento das restrições. A medida vai afetar principalmente o setor da hotelaria, que tinha depositado a esperanças numa reabertura completa de Verão para recuperar algumas das perdas do ano passado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Aumento no número de casos não trava fim de restrições

Reino Unido repõe quarentena obrigatória para quem viajar de Portugal

Reino Unido pode estar na terceira vaga de Covid-19