EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Euro 2020: um enorme desafio em termos de segurança

Euro 2020: um enorme desafio em termos de segurança
Direitos de autor Alessandra Tarantino/AP Photo
Direitos de autor Alessandra Tarantino/AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No Centro Internacional de Cooperação Policial está tudo a postos para o Euro 2020. Polícias de 24 países paticipam nas operações de vigilância

PUBLICIDADE

Com um ano de atraso, aí está o Euro 2020. Ainda ensombrado pela pandemia e pelas normas sanitárias, mas já com público nas bancadas.

O pontapé de saída é no Estádio Olímpico de Roma, onde a Itália vai enfrentar a Turquia perante 16 mil adeptos, que não escondem a alegria.

"Sinto-me entusiasmado! Estes grandes eventos estão finalmente a voltar e as pessoas estão a começar a sair, a começar a viver de novo e a poder respirar um ar de novidade e revolução. E por isso o bom é que estamos mais uma vez esperançosos de conseguirmos sair deste pesadelo", diz um homem.

Num grupo de adeptos turcos, um deles afirma: "Porque os apoiantes não estão autorizados a vir da Turquia, viajámos 1500 km (da Alemanha e da Holanda ) para apoiar a nossa equipa nacional aqui em Itália, em Roma".

O desafio para as autoridades em termos de segurança é enorme. A polícia europeia e a Europol, que criaram um centro de operações específicas para o Euro 2020 esperam que, por causa da pandemia, se juntem menos adeptos e potenciais hooligans do futebol.

O chefe de gabinete do Centro Internacional de Cooperação Policial, Max Daniel, diz: "O aspeto mais desafiante deste torneio é a quantidade de movimentos de viagens dos adeptos. Normalmente, todos os adeptos viajam para um país na Europa; agora os adeptos viajarão de muitos países diferentes para muitos destinos diferentes".

Durante um mês, policias dos 24 países que participam no torneio - que decorre em 11 países - não vão tirar os olhos dos ecrãs da sala de controlo da polícia europeia, Europol, em Haia, na Holanda.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rishi Sunak pede desculpa aos familiares das vítimas da Covid-19

Os patos amarelos gigantes estão de regresso a Hong Kong

Covid-19: Agência Europeia de Medicamentos pede a autoridades para "que se mantenham vigilantes"