Última hora
This content is not available in your region

A difícil missão de Naftali Bennett

De  Euronews
euronews_icons_loading
A difícil missão de Naftali Bennett
Direitos de autor  Oded Balilty/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro dia de trabalho do novo governo israelita não acabou com a desconfiança e com as previsões sobre a duração do executivo.

Naftali Bennett lidera uma coligação frágil, composta por oito partidos com diferenças profundas em questões-chave, e há quem diga que não vai durar mais de seis meses.

Dahlia Scheindlin, analista política, reforça a ideia de que se trata de uma coligação muito complicada e com partidos ideologicamente muito díspares. Mas lembra que os partidos estão “realmente empenhados em tentar mostrar que podem ter uma governação mais estável depois de dois anos de desordem política”. "Construíram muitos mecanismos nos acordos da coligação para evitar o colapso de uma forma imediata", diz Scheindlin

Entre os principais opositores do novo governo está Benjamin Netanyahu. O antigo primeiro-ministro já deixou claro que não tem qualquer intenção de sair do palco político.

No domingo, depois de perder a liderança do executivo de Israel, que manteve durante 12 anos, Netanyahu disse que vai "assumir o lugar na oposição, de costas direitas, até derrubar este perigoso governo”.