Última hora
This content is not available in your region

Unesco prepara lista atualizada do Património Mundial

De  euronews
euronews_icons_loading
Unesco prepara lista atualizada do Património Mundial
Direitos de autor  Markus Schreiber/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

As pirâmides do Egito e a Grande Muralha da China são algumas das sete maravilhas do mundo num total que ultrapassa os mais de 1 100 locais considerados Património Mundial da Humanidade.

Depois de cancelar o encontro de 2020 devido à pandemia, é já no próximo mês de julho que o comité do Património Mundial da Unesco se reúne na China para anunciar a lista atualizada dos novos locais de interesse assim como retirar esse estatuto a outros locais.

"Retirar o estatuto de património mundial nunca deveria ocorrer. Cabe-nos a nós, à comunidade internacional, a todos nós neste planeta, preservar estes locais que são únicos e tão especiais, têm valores universais. É por isso que é preciso transmitir isto para as próximas gerações", afirma Mecthild Rössler, diretora do Centro do Património Mundial da Unesco.

Em risco de perder o estatuto de Património Mundial está o porto da cidade britânica de Liverpool.

Durante os séculos XVIII e XIX, Liverpool foi o porto britânico mais importante, algo que se reflete na imponência dos edifícios então construídos na zona das docas.

No entanto, nos últimos anos a área do porto foi objeto de regeneração, algo que teria afetado de forma negativa o caráter histórico da área.

"Não é nosso objetivo bloquear o desenvolvimento mas é necessário que esteja alinhado com o local e teria sido esse o problema em Liverpool, apesar do diálogo que mantivemos com a cidade durante vários anos", explica a diretora.

A Grande Barreira de Coral, ao largo da Austrália, é um dos locais que poderá ser colocado na lista do património em perigo, um anúncio que provocou a indignação da ministra australiana do ambiente que acusou o comité da Unesco de não estar na posse de dados atualizados.

"O objetivo da lista de locais ameaçados não é enumerar um conjunto de desastres para colocar os governos em situação difícil. Pelo contrário, deve ser vista como algo no qual o mundo todo se junta para salvaguardar estes locais. A Grande Barreira de Coral conta-se entre os locais mais importantes e emblemáticos do Património Mundial. É aqui que temos que trabalhar em conjunto em vez de uns contra os outros", conclui a diretora da Unesco.

Outro local que poderá vir a integrar a lista de património ameaçado da Unesco é a lagoa de Veneza, local que os especialistas afirmam estar a sofrer os efeitos da sobre-exploração turística.