Última hora
This content is not available in your region

Antigos aliados de líder sérvio condenados por tribunal da ONU

De  euronews
euronews_icons_loading
Antigos aliados de líder sérvio condenados por tribunal da ONU
Direitos de autor  Piroschka Van De Wouw/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal de crimes de guerra da ONU em Haia condenou dois antigos antigos aliados do antigo presidente sérvio Slobodan Milosevic.

Ambos os altos funcionários foram condenados por cumplicidade e conivência em crimes cometidos durante a guerra nos Balcãs durante a década de 90.

Jovica Stanisic, o antigo chefe dos serviços estatais de segurança da Sérvia, e o seu número dois Franko Simatovic, foram ambos condenados a 12 anos de prisão.

Trata-se da primeira vez que funcionários estatais da Sérvia foram condenados. Ambos eram acusados de apoio a um esquadrão da morte sérvio que aterrorizou muçulmanos e croatas numa localidade na Bósnia em 1992.

Em 2001, o antigo presidente Slobodan Milosevic foi condenado por um tribunal de crimes de guerra da ONU por genocídio e crimes contra a Humanidade mas morreu na prisão cinco anos mais tarde.

Recentemente, o antigo comandante do exército servio-bósnio, Ratko Mladic, perdeu o recurso interposto contra as acusações de genocídio, crimes de guerra e crimes contra a Humanidade.