Última hora
This content is not available in your region

Itália na final do Euro2020

De  Euronews
euronews_icons_loading
Itália celebra em Wembley
Itália celebra em Wembley   -   Direitos de autor  Justin Tallis/AP
Tamanho do texto Aa Aa

A Itália qualificou-se para a final do Euro2020 depois de eliminar a Espanha nos penalties. A "Squadra Azurra" regressa a Wembley para tentar conquistar o título europeu que lhe foge desde 1968.

Num jogo intenso e equilibrado foi preciso esperar pelo minuto 60'' para o nulo ser finalmente quebrado. Num contra-ataque rápido, a bola sobrou para Chiesa fazer o 1-0.

A Espanha respondeu e empatou por Morata à entrada para os últimos 10 minutos do tempo regulamentar.

As duas seleções tiveram oportunidade para desfazer o empate, mas o encontro foi para o prolongamento e a decisão só chegou nos penalties onde a Jorginho carimbou o passaporte transalpino para a final depois de Morata ter permitido a defesa a Donnarumma.

A outra meia-final

O Inglaterra – Dinamarca vai decidir o segundo finalista do Euro2020.

Os "três leões" jogam em casa, em Wembley, e procuram reerguer-se ao mais alto nível no futebol europeu e, 25 anos depois da última presença numa meia final, vão tentar chegar pela primeira vez a uma final.

Têm pela frente uma equipa em quem poucos apostavam no arranque deste torneio, tal como aconteceu há 29 anos, quando a Dinamarca já tinha os jogadores de férias e foi repescada devido â guerra na antiga Jugoslávia e acabou campeã europeia.

Jogava nessa equipa nórdica Peter Schmeichel, o pai do atual dono da baliza dos "vikings", que este ano sofreram um enorme susto logo no primeiro jogo, com o colapso em campo da principal estrela da seleção, Christian Eriksen.

O treinador dinamarquês, Kasper Hjulmand, está ciente de que lado está o favoritismo nesta partida, mas lembra a mentalidade do coletivo que lidera e que é um dos melhores ataques do torneio.

Vamos tentar ser corajosos, como somos sempre, e jogar de forma ofensiva, à procura de marcar mais um golo, mas, claro, num jogo como este, em Wembley, contra a Inglaterra, vamos ser a equipa em quem ninguém aposta.

Não gosto dessa mentalidade, mas é óbvio que não somos os favoritos. De qualquer forma, não jogamos dessa maneira, sempre a defender e à espera. A nossa mentalidade é tentar controlar e ser o mais proativo possível.
Kasper Hjulmand
Selecionador da Dinamarca

Em campo, vão estar três dos jogadores ainda a sonhar com o título de melhor marcador do Euro2020.

Os ingleses Harry Kane e Raheem Sterling, e o dinamarquês Kasper Dolberg somam três golos cada, mas ainda não têm nenhuma assistência, por isso em caso de empate com o português Cristiano Ronaldo estão desvantagem, que tem 5 golos e por isso para o ultrapassarem vão ter de marcar pelo menos mais 3 golos neste torneio.

No entanto, tudo pode mudar nesta partida. Um jogo onde a Dinamarca chega com o segundo melhor ataque, com 11 golos marcados e 5 sofridos, em 5 jogos. A Inglaterra soma oito golos marcados, mas ainda não sofreu qualquer golo.

A bola começa a rolar nesta segunda meia-final às 20 horas locais, a mesma hora em Lisboa.