This content is not available in your region

Nova ofensiva rebelde no Tigré

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Nova ofensiva rebelde no Tigré
Direitos de autor  Ben Curtis/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved

O Conselho dos Direitos Humanos da ONU pediu uma retirada "rápida e verificável" das tropas eritreias da região etíope do Tigré.

O organismo diz que foram aí cometidos "abusos graves e violações dos Direitos Humanos" desde o início do conflito, em novembro de 2020, que já fez milhares de mortos e milhões de deslocados.

Segundo fontes humanitárias, os rebeldes conduziam esta terça-feira uma nova ofensiva no Tigré contras tropas etíopes apoiadas pelas forças eritreias.

No fim de junho, os insurgentes assumiram o controlo de grande parte da região, obrigando o governo etíope a decretar um cessar-fogo.

Os novos combates entre as tropas governamentais e os rebeldes das Forças de Defesa do Tigré chegaram ao campo de refugiados de Mai Aini, no oeste da região.

O Programa Alimentar Mundial afirmou que uma coluna de 50 camiões chegou a Mekele, capital do Tigré, mas a ONU destaca a dificuldade em distribuir ajuda humanitária na região, onde a fome afeta já mais de 400.000 pessoas.