Timor-Leste recebe vacinas contra a covid-19 de Portugal

Vacinas da AstraZeneca doadas por Portugal chegam a Díli, Timor
Vacinas da AstraZeneca doadas por Portugal chegam a Díli, Timor Direitos de autor ANTONIO DASIPARU/EPA
De  Euronews com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Doação faz parte do compromisso de dar 5% das vacinas adquiridas por Portugal a Timor-Leste e aos PALOP.

PUBLICIDADE

Um lote de 12 mil vacinas da AstraZeneca e material médico aterraram esta terça-feira em Dili, como parte da ajuda prestada por Portugal, que marca o inicio do apoio ao processo de vacinação contra a covid-19 em Timor-Leste.

A medida insere-se no compromisso político do governo português de disponibilizar aos países africanos lusófonos e Timor-Leste "pelo menos 5% das vacinas contra a covid-19 adquiridas por Portugal".

Já este sábado, o primeiro-ministro português, António Costa, tinha anunciado, em Luanda, que a oferta de vacinas aos países da cooperação vai triplicar, de um para três milhões de doses.

O esforço é saudado por Angola, onde já foram administradas mais de 1,7 milhões de doses e 642 mil pessoas - menos de 3% da população - têm a vacinação completa.

Um dos obstáculos apontados para a baixa taxa de vacinação é a dificuldade no acesso, visto que, de acordo com a ministra angolana da Saúde, "apenas 10% dos países ficaram com mais de 75% das doses das vacinas".

Sílvia Lutucuta garante, no entanto, que Angola continua "a lutar pela equidade, para ter este acesso às vacinas".

A iniciativa Covax, coliderada pela Organização Mundial da Saúde, alocou mais dois milhões de doses a Angola. As restantes vão ter de ser adquiridas pelo país por compra, ou doação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

João Lourenço apela à solidariedade dos países desenvolvidos

África poderá produzir vacinas contra a Covid-19

Polícia alemã ataca grupo extremista antissistema