Última hora
This content is not available in your region

Ondas de vitória nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Ondas de vitória nos Jogos Olímpicos de Tóquio
Direitos de autor  David Goldman/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A tenista Naomi Osaka acendeu a chama olímpica em Tóquio, mas não venceu em casa. Considerada uma das grandes estrelas destes Jogos Olímpicos, a eliminação da japonesa foi recebida com surpresa e alguma desilusão - mas foi a checa Marketa Vondrousova que venceu a partida.

Vem dum pequeno país, mas com uma vontade suficientemente grande para vencer uma medalha olímpica. Flora Duffy, 33 anos, conquistou o ouro no triatlo, nos seus quartos Jogos Olimpíadas

Na primeira final de surf nestas Olímpiadas, a primeira medalha de ouro foi para o Brasil. O brasileiro Italo Ferreira, atual campeão mundial de surf - é agora também campeão olímpico - bateu o japonês Kanoa Igarashi.

Nos 200 metros , Tom Dean venceu o compatriota Duncan Scott por apenas 4 centésimos. Dois nadadores britânicos no mesmo pódio olímpico, algo que não acontecia desde 1908.

Nos 100 metros costas, o russo Evgeny Rylov destronou o norte-americano Ryan Murphy. Rylov também estabeleceu um novo recorde russo e europeu.

Na natação feminina houve também houve uma mudança de liderança nos 100 m bruços. A jovem norte-americana Lydia Jacoby, de 17 anos, bateu Lilly King. É a primeira atleta com origens no Alasca a vencer uma medalha de ouro na natação olímpica.