Última hora
This content is not available in your region

Queniano Eliud Kipchoge domina maratona masculina

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Queniano Eliud Kipchoge celebra a vitória da maratona nos Jogos Olímpicos, em Sapporo, Japão
Queniano Eliud Kipchoge celebra a vitória da maratona nos Jogos Olímpicos, em Sapporo, Japão   -   Direitos de autor  Eugene Hoshiko/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

O atleta queniano Eliud Kipchoge conquistou a medalha de ouro na Maratona e tornou-se no primeiro atleta a renovar o título olímpico na modalidade desde 1980.

O atleta de 36 anos cortou a meta com uma vantagem de um minuto e vinte segundos frente ao segundo classificado, o holandês Abdi Nageeye.

O terceiro lugar coube ao belga Bashir Abdi.

No ciclismo de pista foi o britânico Jason Kenny que conquistou o ouro na prova masculina de keirin.

Kenny torna-se assim no primeiro britânico a conquistar sete medalhas de ouro olímpicas renovando o título nesta disciplina.

Azizulhasni Awang da Malásia arrecadou a medalha de prata e o anterior campeão mundial, o holandês Harrie Lavreysen ficou-se pelo bronze.

A equipa francesa de andebol feminino seguiu as pisadas da sua congénere masculina ao derrotar a equipa russa na final por um total de 30 - 25.

Trata-se da primeira vez desde os Jogos Olímpicos de 1984 em Los Angeles que as equipas masculina e feminina de um mesmo país conquistam o ouro nesta disciplina.

No basquetebol feminino a equipa norte-americana renovou o título máximo ao derrotar o Japão por 90 - 75.

Trata-se da sétima medalha de ouro consecutiva para as norte-americanas que continuam a dominar esta modalidade.

No pólo aquático a medalha de ouro coube à Sérvia que derrotou a Grécia na final masculina com um resultado de 13 - 10.

A Sérvia renova assim o título olímpico depois da Hungria ter dominado a modalidade entre 2000 e 2008.

No total são os EUA que dominam as Olímpiadas de 2020 com um total de 39 medalhas de ouro com a China na segunda posição com 38.