Última hora
This content is not available in your region

O Mugham, símbolo da cultura do Azerbaijão

euronews_icons_loading
O Mugham, símbolo da cultura do Azerbaijão
Direitos de autor  euronews
De  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Nenhuma forma de música define tão bem a cultura do Azerbaijão como o Mugham.

Uma tradição secular transmitida de geração em geração. Um som único e melancólico que emociona profundamente quem ouve e quem toca. O Mugham é o símbolo da cultura do Azerbaijão.

“Estudo música desde os 5 anos. Quando canto Mugham, cada palavra vem de dentro, do coração. O Mugham é uma improvisação. Não seguimos uma pauta, tudo o que sai vem do interior de cada um”, disse à euronews, Namiq Aslanov, cantor de Mugham.

euronews
Concerto de Mugham no Azerbaijãoeuronews

O Tar: um instrumento e uma obra de arte

O Tar, um alaúde típico da região, é um dos três principais instrumentos da música Mugham. O corpo do Tar é feito a partir de um pedaço de madeira bem seca.

O instrumento é considerado como uma obra de arte. Tornou-se num símbolo da cultura azerbajanesa e é retratado nas moedas e notas do país. Ainda hoje é fabricado da mesma forma que no passado.

“Sou artesão de instrumentos musicais, represento a terceira geração. Aprendi este ofício com meu pai. O Tar é é feito com madeira de amoreira. Janeiro e fevereiro são os melhores meses para colhê-la. O trabalho torna-se mais fácil porque a madeira está bastante seca e não se quebra facilmente. Esta parte é feita com o tecido de coração de boi”, contou à euronews Zahid Valadov, artesão de instrumentos musicais.

Em 2003, a UNESCO integrou o Mugham do Azerbaijão na lista do Património Cultural Imaterial da Humanidade.

euronews
Artesão de instrumentos de música no Azerbaijãoeuronews