Última hora
This content is not available in your region

"Passe Covid" cada vez mais imprescindível

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro com Agências
euronews_icons_loading
O certificado de vacinação ou de teste pode ser apresentado de forma digital ou em papel
O certificado de vacinação ou de teste pode ser apresentado de forma digital ou em papel   -   Direitos de autor  Signe Goldmann/Ritzau Scanpix/AP
Tamanho do texto Aa Aa

A vacinação contra a Covid-19 não é obrigatória nos países europeus, mas é cada vez mais essencial para a circulação. A Alemanha tem, a partir deste domingo, novas regras para viajantes. Todas as pessoas que cruzarem a fronteira, mesmo pela via terrestre, têm de ser portadoras de um certificado de vacinação ou de um teste negativo de covid-19.

Fabian Sommer/dpa (www.dpa.de). Alle Rechte vorbehalten/AP
Milhares de pessoas saíram em Berlim para protestar contra as restrições em vigor por causa da pandemiaFabian Sommer/dpa (www.dpa.de). Alle Rechte vorbehalten/AP

A medida não agrada a uma fatia da população. Descontentes, milhares de alemães saíram à rua em Berlim, para contestar as restrições impostas pelo governo para controlar a pandemia.

As manifestações estão proibidas na Alemanha, mas os dois mil polícias mobilizados pouco puderam fazer para conter o protesto.

A Dinamarca aliviou as restrições para algumas atividades. O governo de Copenhaga instituíu um "passe corona", mas o documento deixa de ser necessário para qualquer evento em recinto fechado com menos de 500 espectadores, museus, feiras ou parques. Espectáculos ao ar livre com menos de 2000 participantes também têm acesso livre.

Ao contrário, em Portugal, o certificado Covid-19 é necessário até no acesso a hóteis, alojamento local e restaurantes ao fim de semana. A medida entrou em vigor este domingo, dia em que os eventos desportivos voltaram a poder ter público - 33% da lotação, com passe covid obrigatório. Até as discotecas podem reabrir, mas apenas como bares, sem autorização para dançar.

No caminho para a retoma das atividades inquestionáveis antes da pandemia, o regresso aos estádios também em França.

Em Marselha, 30 mil adeptos do Olympique pegaram no passe Covid-19 para assistir ao primeiro jogo da equipa em muitos meses. Um jogo amigável contra o Vilarreal, com sabor a vitória contra a pandemia, antes mesmo de começar.