Exercícios militares conjuntos dos EUA com a Geórgia

Exercícios militares conjuntos dos EUA com a Geórgia
Direitos de autor Shakh Aivazov/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As tropas dos EUA e da Geórgia realizaram exercícios militares conjuntos, numa base próxima da Tbilissi, no âmbito das manobras do "Agile Spirit 2021"

PUBLICIDADE

As tropas da Geórgia e dos EUA realizaram exercícios conjuntos na base militar de Vaziani, perto de Tbilisi, no âmbito do Agile Spirit 22021. Simulacros de transferência de equipamentos militares pesados, no meio das tensões crescentes entre a NATO e a Rússia. E as palavras do oficial da Força Aérea Americana, Ari Martin, não deixam dúvidas sobre o propósito das operações:

"Durante a formação com os nossos parceiros georgianos estamos a trabalhar na interoperabilidade, demonstrando a nossa capacidade de trabalhar em conjunto e também que somos mais fortes juntos". Tenho a certeza, tal como fizemos hoje, de que podemos rapidamente destacar e reunir poder de combate em qualquer parte do mundo".

Estes exercícios no sul do Caucaso, às portas da Rússia, com quem a Górgia tem fronteira, não passam despercebidos. Moscovo já fez saber que acompanha de perto as movimentações militares  e tomará todas as medidas para assegurar os seus interesses.

Os exercícios do Agile Spirit 2021, que tiveram início a 26 de julho, contam com a participação de 12 Estados-membros da NATO - Grã-Bretanha, Alemanha, Espanha, Itália, Canadá, Estónia, Letónia, Lituânia, Polónia, Roménia, Estados Unidos e Turquia - e do Azerbaijão, da Geórgia e da Ucrânia e envolvem mais de 2500 soldados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Exercícios militares da Rússia e aliados junto ao Afeganistão

Trump vence primárias na Carolina do Sul. Nikki Haley promete manter-se na corrida

Estados Unidos alertam para novo pacote de sanções "esmagadoras" contra a Rússia