Última hora
This content is not available in your region

Nova Zelândia mantém fecho de fronteiras até ao final do ano

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Nova Zelândia mantém fecho de fronteiras até ao final do ano
Direitos de autor  أ ف ب
Tamanho do texto Aa Aa

As fronteiras da Nova Zelândia vão manter-se fechadas até ao fim do ano para evitar a propagação da Covid-19.

"Ainda não estamos em condições de reabrir totalmente. Quando avançarmos, seremos cuidadosos e ponderados, porque queremos avançar com confiança e com o máximo de certeza possível", anunciou Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia. O país registou 26 mortes desde o início da pandemia.

Austrália prolonga confinamentos

Na Austrália, as autoridades ordenaram esta quinta-feira um confinamento de sete dias em Camberra. Cerca de 400 mil residentes da capital deverão ficar em casa a partir das 17 horas desta quinta-feira,

“Atualmente não conhecemos a origem da infecção. A investigação está em curso há várias horas. É o risco mais sério para a saúde pública no nosso território, este ano ,desde o início da pandemia.Por isso, ordenámos um confinamento estrito", anunciou Andrew Barr, chefe do governo da região de Camberra.

Melbourne, segunda maior cidade da Austrália, prolongou o confinamento, esta quarta-feira, para tentar impedir um surto de Covid-19. Muitas cidades australianas têm recorrido a confinamentos para pôr fim aos surtos. A variante delta, altamente contagiosa, coloca novos desafios, num país onde a taxa de vacinação é relativamente baixa.

Em Sydney, as autoridades estão a ponderar reduzir as restrições para os residentes vacinados, apesar da progressão da variante delta.