EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Nova Zelândia mantém fecho de fronteiras até ao final do ano

Nova Zelândia mantém fecho de fronteiras até ao final do ano
Direitos de autor أ ف ب
Direitos de autor أ ف ب
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A primeira-ministra da Nova Zelândia quer adotar uma abordagem "cautelosa". O país registou 26 mortes desde o início da pandemia.

PUBLICIDADE

As fronteiras da Nova Zelândia vão manter-se fechadas até ao fim do ano para evitar a propagação da Covid-19.

"Ainda não estamos em condições de reabrir totalmente. Quando avançarmos, seremos cuidadosos e ponderados, porque queremos avançar com confiança e com o máximo de certeza possível", anunciou Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia. O país registou 26 mortes desde o início da pandemia.

Austrália prolonga confinamentos

Na Austrália, as autoridades ordenaram esta quinta-feira um confinamento de sete dias em Camberra. Cerca de 400 mil residentes da capital deverão ficar em casa a partir das 17 horas desta quinta-feira,

“Atualmente não conhecemos a origem da infecção. A investigação está em curso há várias horas. É o risco mais sério para a saúde pública no nosso território, este ano ,desde o início da pandemia.Por isso, ordenámos um confinamento estrito", anunciou Andrew Barr, chefe do governo da região de Camberra.

Melbourne, segunda maior cidade da Austrália, prolongou o confinamento, esta quarta-feira, para tentar impedir um surto de Covid-19. Muitas cidades australianas têm recorrido a confinamentos para pôr fim aos surtos. A variante delta, altamente contagiosa, coloca novos desafios, num país onde a taxa de vacinação é relativamente baixa.

Em Sydney, as autoridades estão a ponderar reduzir as restrições para os residentes vacinados, apesar da progressão da variante delta.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cidadãos e residentes na Austrália poderão voltar a sair do país

Polícia neo-zelandesa investiga local do atentado

Austrália quebra recorde diário de infeções