Última hora
This content is not available in your region

Mais de 1.000 mortes em Myanmar

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Mais de 1.000 mortes em Myanmar
Direitos de autor  STR/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

As forças de segurança de Myanmar assassinaram mais de 1000 pessoas desde que os militares derrubaram o Governo eleito de Aung San Suu Kyi e tomaram o poder, há cerca de seis meses.

Os números são avançados pela Associação de Assistência aos Prisioneiros Políticos (AAPP), que monitoriza as detenções e mortes relacionadas com protestos no país.

Segundo esta organização de defesa dos Direitos Humanos, muitas das mortes ocorreram em centros de interrogatórios.

Teik Naing, secretário-geral da AAPP, disse que a maioria das pessoas mortas eram ativistas antimilitares e mais de 40 foram alvejadas na cabeça.