EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Mil milhões de crianças em risco

Mil milhões de crianças em risco
Direitos de autor Nariman El-Mofty/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Nariman El-Mofty/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

UNICEF diz que um conjunto de países em África, incluindo a Guiné-Bissau, são aqueles onde as crianças sofrem mais as consequências das mudanças climáticas.

PUBLICIDADE

Há pelo menos mil milhões de crianças, em todo o mundo, que vivem expostas a um alto nível de riscos relacionados com as mudanças climáticas, segundo um relatório publicado agora pela UNICEF. O documento diz que há 850 milhões de crianças a viver diariamente com quatro riscos e 330 milhões que vivem com cinco. África é o continente mais martirizado.

Os países mais em risco são a República Centro-Africana, o Chade, a Nigéria, a Guiné e a Guiné-Bissau. No entanto, estes mesmos países estão entre os que têm menos responsabilidade pela emissão de gases com efeito de estufa.

Os riscos considerados neste estudo são as inundações das costas e dos rios, a poluição do ar, as doenças transmitidas por mosquitos, a poluição por chumbo, a escassez de água e as ondas de calor.

A UNICEF diz ainda que qualquer criança, em qualquer ponto da terra, está exposta a pelo menos um destes riscos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

ONU e mais de 60 países prometem regresso aos almoços escolares

Líder militar vence eleições no Chade, apesar de alegações de fraude

Canárias recebem dezenas de migrantes por dia e já duplicaram centros de acolhimento