EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Greve dos maquinistas da ferrovia na Alemanha suprime 40% das viagens

Greve dos maquinistas da ferrovia na Alemanha suprime 40% das viagens
Direitos de autor Roberto Pfeil/dpa
Direitos de autor Roberto Pfeil/dpa
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Paralisação que começou esta segunda-feira às 2am, hora local, dura até quarta-feira

PUBLICIDADE

Os maquinistas da ferrovia na Alemanha voltaram a entrar em greve. Comboios regionais e de longo curso foram afetados, 40% das viagens foram suprimidas. 

Uma nova greve de maquinistas paralisou a ferrovia na Alemanha, duas semanas depois da primeira paralisação. Nas primeiras horas desta greve, 40% dos comboios foram suprimidos. A greve começou às 2 da manhã ( hora local) desta segunda-feira e termina na quarta-feira, à mesma hora. 

Os profissionais do setor exigem salários mais altos, um bónus covid-19 e melhores condições de trabalho. Claus Weselsky, presidente federal do Sindicato dos Motoristas de Locomotivas da Alemanha, diz que vão continuar a lutar até que "apareça uma nova oferta e que o lado patronal entenda que os funcionários não aceitam isto". 

A Deutsche Bahn, a empresa de transporte ferroviário da Alemanha, pediu aos passageiros que adiassem as viagens não essenciais de longa distância durante esta greve. A empresa diz que esta greve é desnecessária e acusou o Sindicato dos Maquinistas de não querer soluções mas sim de querer entrar numa luta política.

O sindicato reafirma que está pronto a negociar e disponível para novas propostas sobre os direitos dos trabalhadores.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Greve nacional dos maquinistas na Alemanha

Alemanha "preocupada" com resultados das eleições francesas apesar da derrota da extrema-direita

Euro 2024: Elefante Bubi prevê vitória da Alemanha contra a Dinamarca