Última hora
This content is not available in your region

Contrato de compra de submarinos franceses "naufraga"

Access to the comments Comentários
De  Patricia Tavares
euronews_icons_loading
Contrato de compra de submarinos franceses "naufraga"
Direitos de autor  David Gray/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

O embaixador francês na Austrália rumou ao aeroporto neste sábado. Segundo Paris, retira-se devido a uma "traição" orquestrada pela Austrália e pelos Estados Unidos. A Austrália cancelou repentinamente um contrato de compra de submarinos franceses no valor de de 56 mil milhões, a favor da compra de submarinos nucleares norte-americanos.

Antes de deixar Sydney, o embaixador francês, Jean-Pierre Thebault, descreveu a operação como sendo um grande erro. Acrescentando que gostaria de entrar numa máquina do tempo, para salvar a questão e não acabarem nesta situação que descreve como sendo " incrível, desajeitada, inadequada, não australiana".

Tratando-se de dois aliados históricos, a decisão de França de retirar os seus embaixadores é sem precedentes. Os Estados Unidos, que vão agora fornecer submarinos à Austrália em vez de França, dizem que fizeram um aviso prévio a Paris.

John Kirby, o porta-voz do Pentágono adiantou que: "funcionários da administração têm estado em contacto com os homólogos franceses para discutir este acordo, inclusive antes do anúncio."

O Primeiro Ministro da Austrália, Scott Morrison, afirma ter levantado a possibilidade do seu país cancelar a encomenda de submarinos franceses durante conversações com o presidente Emmanuel Macron, em junho passado.