Última hora
This content is not available in your region

Coligação de direita conquista Lisboa aos socialistas

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Votação no Funchal
Votação no Funchal   -   Direitos de autor  HOMEM DE GOUVEIA/ 2021 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
Tamanho do texto Aa Aa

A coligação de direita liderada pelo social-democrata Carlos Moedas arrancou uma vitória inesperada em Lisboa. As sondagens nunca apontaram para a vitória da lista encabeçada pelo PSD ao lado do CDS, Aliança, MPT e PPM. Mas no final de uma noite eleitoral muito longa 35,35 por cento dos eleitores da capital manifestaram confiança no projecto do ex-comissário europeu.

Fernado Medina, apontado como um dos potenciais sucessores de António Costa à frente do PS vê o seu futuro político comprometido. O presidente cessante da Câmara Municipal de Lisboa recolheu 32,4 por cento dos votos e assumiu a derrota como "pessoal e intrasmissível".

A esquerda mantém no entanto o maior número de vereadores, o que irá complicar a tarefa a Carlos Moedas.

No Porto, o independente Rui Moreira manteve-se ao leme da vereação e em Coimbra os eleitores também penalizaram o edil socialista dando a vitória ao candidato social-democrata, José Manuel Silva.

O Partido Socialista mantém o maior número de câmaras municipais no país. A abstenção foi de 46,33 por cento.