Jogos Olímpicos de Inverno sem publico estrangeiro

Pequim prepara-se para receber os Jogos Olímpicos de Inverno
Pequim prepara-se para receber os Jogos Olímpicos de Inverno Direitos de autor Andy Wong/AP
De  euronews com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pequim 2022 vai decorrer ainda com várias restrições devido à pandemia de Covid-19

PUBLICIDADE

Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim vão ter apenas residentes na China nas bancadas. O Comité Olímpico Internacional (COI) mantém grande parte das restrições já aplicadas à competição de junho passado. A vacinação não é obrigatória, mas atletas e trabalhadores que não estejam imunizados vão ter de fazer uma quarentena de 21 dias. O plano prevê ainda testes diários à covid-19 para todas as pessoas vacinadas.

A organização dos Jogos planeia instituir o que chama de "bolha de segurança sanitária", um sistema de gestão de circuito fechado, a partir de 23 de Janeiro, quase duas semanas antes da abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno, a 4 de Fevereiro.

"No circuito fechado, os participantes só poderão deslocar-se entre locais relacionados com os jogos para treino, competições e trabalho", diz o COI.

As regras foram anunciadas após uma reunião entre o COI e o Comité Paraolímpico Internacional com os organizadores na China.

Os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim vão decorrer de 4 a 20 de Fevereiro. Os Jogos Paraolímpicos de Inverno realizam-se de 4 a 13 de Março.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

População da China diminui pelo segundo ano consecutivo

Expectativas baixas para a cimeira entre a União Europeia e a China

Mais de um milhão de pessoas deslocadas pelas cheias na região chinesa de Hebei