EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Apelo à ajuda humanitária ao Afeganistão

Apelo à ajuda humanitária ao Afeganistão
Direitos de autor Felipe Dana/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Felipe Dana/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Encontros diplomáticos em Doha para evitar "colapso" do país.

PUBLICIDADE

São as primeiras conversas frente a frente entre os Talibã e os representantes da União Europeia. O encontro em Doha conta também com a presença de representantes dos Estados Unidos. Uma reunião informal que não serve para reconhecer o governo provisório do Afeganistão - garante a União Europeia. Os talibã estão numa missão diplomática intensa no Catar em busca de reconhecimento e ajuda internacional - dizem que querem evitar uma catástrofe humanitária.

O Secretário-geral das Nações Unidas fez um balanço da ajuda humanitária da ONU em Cabul. Apelou às doações a nível mundial e não deixou passar em branco as "promessas quebradas":

Estou particularmente alarmado ao ver as promessas feitas pelos Talibã às mulheres e meninas afegãs. Promessas quebradas levam a sonhos desfeitos para estas mulheres e meninas do Afeganistão.
Antonio Guterres
Secretário-geral das Nações Unidas

Segundo o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, este encontro tem como objetivo evitar um "colapso" do Afeganistão. O novo regime islâmico, que subiu ao poder em agosto, não foi reconhecido por nenhum país, mas perante a iminência de uma grave crise humanitária as manobras diplomáticas aumentam para ajudar um país dependente de apoio internacional.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Contagem decrescente para a catástrofe"

Três turistas espanhóis mortos a tiro no Afeganistão

Começaram os funerais das vítimas do sismo no Afeganistão