Última hora
This content is not available in your region

Irão inicia exercício militar

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com AP
euronews_icons_loading
Irão inicia exercício militar
Direitos de autor  ranian Army via AP
Tamanho do texto Aa Aa

O Irão iniciou, esta terça-feira, um exercício militar, com a duração de dois dias no deserto. Uma informação avançada pela televisão estatal. Participam nas manobras anuais, apelidadas de "Velayat", todas as forças militares e paramilitares iranianas.

Este não é um evento isolado. O Irão realiza, regularmente, exercícios para avaliar o desempenho, capacidades e prontidão das suas forças mas eles são vistos com apreensão devido ao programa nuclear que o país continua a defender que tens fins pacíficos.

No início de outubro, o Irão realizou um exercício perto da fronteira com o Azerbaijão, pondo em evidência as suas capacidades militares perto de um vizinho que cada vez mais cético, até pelos seus laços com o Ocidente e Israel. O Azerbaijão e Israel reforçaram a sua aliança militar nos últimos meses, tendo os drones fornecidos por Israel ajudado o Azerbaijão no seu conflito com a Arménia sobre Nagorno-Karabakh, no ano passado.

O programa nuclear iraniano

O acordo nuclear de 2015 fez Teerão limitar, drasticamente, o enriquecimento de urânio, em troca do levantamento das sanções económicas. Mas a situação mudou, em 2018, quando o então Presidente dos EUA, Donald Trump, retirou unilateralmente a seu país do acordo. Situação que aumentou a tensão em todo o Médio Oriente e desencadeando uma série de ataques e incidentes.

As conversações em Viena, para reavivar o acordo de 2015, com as potências mundiais estagnaram desde junho, e não há data marcada para o seu reinício. Nos últimos meses o Irão já ultrapassou os limites estabelecidos pelo acordo nuclear, em termos de enriquecimento de urânio.