A chama olímpica já está na China para os jogos "Pequim 2022"

A chama olímpica já está na China para os jogos "Pequim 2022"
Direitos de autor Andy Wong/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A chama olímpica já chegou à China e repetiram-se os apelos dos ativistas dos Direitos Humanos ao boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pequim

PUBLICIDADE

A chama olímpica chegou a Pequim e repetiram-se os apelos ao boicote dos Jogos Olímpicos de Inverno, por parte dos ativistas dos Direitos Humanos.

O secretário do Partido Comunista de Pequim, Cai Qi, o principal funcionário da capital chinesa, recebeu a chama numa cerimónia no aeroporto, muito bem guardada.

Na Grécia, o Presidente do COI, Thomas Bach, disse que os Jogos devem ser "respeitados como terreno politicamente neutro".

Os jogos decorrem de 4 a 20 de fevereiro na grande Pequim e na vizinha província de Hebei.

Pequim é a primeira cidade a ser galardoada com os direitos de acolhimento dos jogos de verão e de inverno, em grande parte devido à relutância das cidades europeias e norte-americanas em concorrer à edição de 2022.

Pandemia obriga: Não haverá espetadores de fora da China e os atletas vão permanecer numa bolha para prevenir contágios.

A chama, que agora chegou, será colocada em exposição durante os próximos meses, estando prevista uma viagem de três dias antes do início dos jogos, em que passará pelas mãos de 1200 carregadores de tochas, ao longo da cidade de Pequim, da área suburbana e da província de Hebei.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA fazem boicote diplomático aos Jogos Olímpicos de Pequim

Scholz visita a China para tentar aliviar as tensões económicas com a Alemanha

China responde à investigação da UE sobre os subsídios às indústrias verdes