This content is not available in your region

Senado pede punição de Bolsonaro por crimes na gestão da pandemia

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
euronews_icons_loading
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro   -   Direitos de autor  Eraldo Peres/The Associated Press

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) pediu o indiciamento de Jair Bolsonaro pelos crimes cometidos durante a pandemia. A versão final do relatório sobre a atuação do governo brasileiro na gestão da crise sanitária foi aprovada no Senado com sete votos a favor e quatro contra.

Além do pedido de responsabilização do Presidente brasileiro por nove crimes distintos, foi ainda solicitado o indiciamento de outras 78 pessoas e duas empresas. Renan Calheiros, autor do relatório, não poupou nas palavras contra Jair Bolsonaro e comparou-o mesmo a Adolf Hitler durante o último discurso na CPI.

Flávio Bolsonaro, referiu que se tratava de um "relatório político" e "frágil, juridicamente falando".

A pandemia de covid-19 provocou mais de 600 mil mortes no Brasil, só os Estados Unidos registam mais vítimas mortais. O relatório atribuiu nove crimes a Bolsonaro, entre os quais charlatanismo, incitação ao crime e crimes contra a Humanidade. O documento será agora enviado para vários órgãos públicos, desde o Supremo Tribunal de justiça ao Tribunal Penal Internacional.

Apesar dos especialistas admitirem ser pouco provável que Jair Bolsonaro venha a ser efetivamente punido, o relatório pode ter impacto nas presidenciais de 2022.