Israel aprova expansão dos colonatos na Cisjordânia

Israel aprova expansão dos colonatos na Cisjordânia
Direitos de autor AFP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Israel aprovou a construção de mais de 3 mil habitações para colonos na Cisjordânia. Uma decisão anunciada um dia depois de a Administração Biden ter condenado a expansão dos colonatos em território palestiniano ocupado, uma das posições mais firmes deste presidente dos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

Israel aprovou a construção de mais de 3 mil habitações para colonos na Cisjordânia. Uma decisão anunciada um dia depois de a Administração Biden ter condenado a expansão dos colonatos em território palestiniano ocupado, uma das posições mais firmes deste presidente dos Estados Unidos. 

Mas o primeiro-ministro israelita Naftali Bennett, que há muito defende a construção de colonatos judaicos, diz que está "a tentar equilibrar as boas relações com a Casa Branca e vários constrangimentos políticos".

Hagit Ofran, que supervisiona a construção nos colonatos para o grupo Peace Now, critica a decisão: "Agora todos sabem que este não é um governo de mudança, mas é um governo com a mesma política de Netanyahu. Para construir mais colonatos, para aprofundar a ocupação e afastar-nos das hipóteses de paz". 

Os palestinianos consideram que os colonatos são o maior obstáculo à paz e a maior parte da comunidade internacional considera-os ilegais. Cerca de 475 mil colonos israelitas vivem na Cisjordânia, ao lado de 2,8 milhões de palestinianos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel investiga morte de jornalista

Altos comandantes militares iranianos anunciam que operação contra Israel "foi concluída"

Vingança, geopolítica e ideologia: porque é que o Irão atacou Israel?