This content is not available in your region

Temperaturas mais elevadas fazem derreter glaciares na Suécia

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Temperaturas mais elevadas fazem derreter glaciares na Suécia
Direitos de autor  AFP (Videostandbild)

É a montanha mais alta da Suécia. Kebnekaise fica no norte do país e é uma testemunha silenciosa do aumento das temperaturas no planeta.

Ninis Rosqvist, professora de geografia, conhece bem a zona. Nos últimos três anos mediu e registou as temperaturas da montanha.

"Penso que os glaciares daqui vão continuar a derreter porque as temperaturas continuam elevadas e nós continuamos sem reduzir as emissões", diz a docente da Universidade de Estocolmo.

Andar pelas montanhas no norte da Suécia significa caminhar em cima de gelo. O povo indígena Sami faz criação de renas, nesta zona, mas os animais acabam por sofrer com o clima mais ameno e têm dificuldade em encontrar alimento, numa floresta onde os glaciares se estão a transformar em água em estado líquido. Quando chove mais intensamente durante dias, a água acaba por formar uma camada de gelo na zona das plantas, o que faz com que os animais não tenham o que comer.

Os cientistas não têm duvidas, a mudança climática é visível. E, mesmo que no inverno faça frio e mesmo que haja neve, o verão está cada mais quente.