EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Não saiu fumo branco da reunião entre Macron e Johnson

Não saiu fumo branco da reunião entre Macron e Johnson
Direitos de autor Gregorio Borgia/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Gregorio Borgia/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O conflito em torno das pescas dominou a reunião entre Emmanuel Macron e Boris Johnson, à margem da cimeira do G20, mas não saiu fumo branco do encontro.

PUBLICIDADE

O conflito em torno das pescas dominou a reunião entre Emmanuel Macron e Boris Johnson, à margem da cimeira do G20, mas não saiu fumo branco do encontro.

Um comunicado do Eliseu anunciou que "os dois líderes concordaram em manter discussões nas próximas horas e dias sobre as licenças de pesca" pós-Brexit, mas o porta-voz do primeiro-ministro britânico desmentiu, garantindo que Londres não mudou de posição.

Paris tinha ameaçado proibir os navios de pesca britânicos de descarregarem a carga em portos franceses e apertar os controlos alfandegários aos camiões, se os franceses não obtivessem mais licenças para pescar nas águas do Reino Unido.

“É muito, muito preocupante, porque se fecharem os postos de fiscalização em Saint-Malo, ficaremos completamente parados, não poderemos comprar mais pescado, não poderemos exportar até que esteja resolvido", frisa Tony Porritt, proprietário da empresa Aqua-Mar, em Jersey. 

"Ninguém vai ganhar. Não haverá vencedores. Só haverá perdedores", vinca Peter Gay, pescador de Jersey. 

Londres também ameaçou implementar "controlos rigorosos" aos barcos europeus que pescam em águas britânicas, se a França cumprir a ameaça de avançar com medidas retaliatórias a partir de terça-feira.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Reino Unido procura reconstruir as relações com a Europa

Reino Unido vai "redefinir" relações com a UE, promete Starmer

Eleitores britânicos vão escolher um novo governo esta quinta-feira