This content is not available in your region

Abusos sexuais a menores pairam sobre encontro de bispos em Lourdes

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com AFP
euronews_icons_loading
Abusos sexuais a menores pairam sobre encontro de bispos em Lourdes
Direitos de autor  Bob Edme/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved

Cento e vinte bispos franceses estão reunidos em Lourdes e rezaram de joelhos, uma forma de penitência, de pedir perdão a Deus pelos abusos sexuais cometidos no seio da Igreja Católica. Um gesto simbólico que foi o pontapé de saída para uma conferência anual, que arranca terça-feira, e sobre a qual paira o relatório chocante, divulgado no mês passado, e que detalha os abusos cometidos a 216 mil menores em 70 anos, em França.

São clérigos de todo o país e vão dedicar parte do encontro à "luta contra a violência e a agressão sexual dirigida a menores". O Bispo de Chalons, François Touvet, esclarecia que não pedem "perdão às vítimas", porque "essa é uma questão da relação interpessoal entre o bispo e a vítima" e acrescentava que não podem "pedir perdão a pessoas que ainda não estão capazes concedê-lo".

De acordo com o documento, de quase 2.500 páginas, a grande maioria das vítimas foram rapazes pré-adolescentes de diferentes origens sociais.

Para participar no evento foram convidadas vítimas desses abusos mas muitas recusaram. Não concordam que este caso seja apenas um dos tópicos de uma agenda que deveria centrar-se apenas nesta questão.