This content is not available in your region

"Bússola Estratégica" para a União Europeia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
"Bússola Estratégica" para a União Europeia
Direitos de autor  Michael Probst/AP2011

A saída apressada das tropas ocidentais do Afeganistão colocou a nu a dependência europeia do poder militar dos EUA.

Também impulsionou o debate sobre a importância de uma estratégia europeia futura em matéria de defesa e segurança.

Bruxelas apresentou um documento orientador que chama de "Bússola Estratégica", porque indica quatro direções em que é preciso avançar: gestão de crise, capacidades de defesa, resiliência e parceria com os aliados.

Uma das propostas mais polémicas é a criação de uma força militar de resposta rápida, com cinco mil tropas.

"Não importa se é controverso. A indiferença é pior", sublinhou o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell.

Os esforços para criar um projeto militar europeu estão paralisados há anos, por causa de divergências sobre financiamento e implantação.

Espera-se que os ministros europeus da Defesa e dos Negócios Estrangeiros analisem e aprovem o documento definitivo em março de 2022.