This content is not available in your region

Boris Johnson perde círculo histórico

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Boris Johnson perde círculo histórico
Direitos de autor  Tolga Akmen/AP

É uma derrota histórica para o Partido Conservador britânico e para Boris Johnson. As eleições intercalares em North Shropshire, um círculo eleitoral muito rural a oeste de Birmingham, foram pela primeira vez ganhas pelos Democratas Liberais, com 47% dos votos.

O primeiro-ministro britânico já veio "assumir a responsabilidade" desta derrota. A nova deputada liberal eleita, diz que isso não chega.

"Estes são tempos de teste para o nosso país. O nosso Serviço Nacional de Saúde, como sabemos demasiado bem aqui em Shropshire, está à beira do abismo. A nossa economia rural está num estado precário, com a subsistência das pessoas em risco. O nosso país está a exigir liderança. Sr. Johnson, o senhor não é um líder," declarou Helen Morgan, a deputada dos Democratas Liberais eleita.

A possibilidade de um voto de desconfiança a Boris Johnson, começa a ser posta na mesa dentro do partido conservador.

Os últimos meses têm sido marcados por vários escândalos, incluindo a revelação recente de que a residência oficial foi palco de uma festa de Natal, há um ano, em plena pandemia, mas também as suspeitas de que o primeiro-ministro beneficiou apoiantes e aceitou doações indevidas.

"Os eleitores de North Shropshire estavam fartos e deram-nos um empurrão. Penso que quiseram enviar-nos uma mensagem e quero dizer, como presidente do Partido Conservador, que a ouvimos alto e bom som. Precisamos de continuar a trabalhar e é precisamente isso que estamos a fazer," considerou Oliver Dowden, co-presidente dos Conservadores.

A oposição encarava esta eleição de North Shropshire como um referendo à governação do primeiro-ministro britânico e pede agora consequências perante o resultado.