This content is not available in your region

Moscovo recebe torneio de ginástica rítmica "Divine Grace"

De  euronews
euronews_icons_loading
Moscovo recebe torneio de ginástica rítmica "Divine Grace"
Direitos de autor  Euronews

Moscovo recebe o primeiro torneio internacional experimental de ginástica rítmica: "Divine Grace". O evento é a criação da campeã olímpica (de Atenas 2004) Alina Kabaeva e foi graças à sua fundação de caridade que este ousado projeto ganhou vida.

Tenho o prazer de vos dar as boas-vindas ao nosso primeiro torneio experimental internacional de ginástica rítmica "Divine Grace". Os participantes neste torneio são representantes de 13 países. Obrigado a todos por encontrarem tempo para se prepararem e viajarem até aqui, assim como por estarem à altura do desafio.
Alina Kabaeva
Campeã olímpica, diretora geral - Fundação de Caridade Alina Kabaeva

Alguns dos ginastas mais condecorados dos últimos anos apoiaram esta ideia de criar novas competições. Lori Fung, Ekaterina Serebryanskaya, Alexandra Timoshenko, Yulia Barsukova, Evgeniya Kanaeva e Margarita Mamun são todos convidados de honra deste torneio.

Os 13 ginastas convidados estão a competir num evento composto por quatro aparelhos: arco, bola, maças e fita. Será realizado de acordo com os regulamentos de 2001-2005 e dos regulamentos que entrarão em vigor a partir de 2022. Esta simbiose permite prestar maior atenção à dificuldade da execução, assim como à arte. O sistema de pontuação aberta não coloca qualquer limite ao número de elementos.

Na verdade, isto aconteceu há muito tempo. Quando estava a assistir aos Jogos Olímpicos do Rio, reparei que algo não estava bem. Não conseguia compreender bem o quê, mas depois apercebi-me que as regras da ginástica rítmica tinham sido fortemente simplificadas; os elementos difíceis tinham sido removidos e, como resultado, a ginástica rítmica deixou de ser tão espectacular e única como sempre tinha sido.
Alina Kabaeva
Campeã olímpica, diretora geral - Fundação de Caridade Alina Kabaeva

Durante o primeiro evento com o arco, a campeã mundial júnior da Rússia, Lala Kramarenko, conquistou a liderança. Com uma execução sem falhas garantiu 36,65 pontos.

A mais de 4 pontos atrás, estava Anna Kamenshikova da Bielorrússia. E no terceiro lugar - Marina Malpica, do México.

No exercício da bola, mais uma vez, ninguém igualou a representante da Rússia, Lala Kramarenko, que incluiu uma rotina com o seu nome na demonstração. Tendo conseguido 71,95 pontos no final do primeiro dia do torneio, a sua liderança foi alargada em relação a todos os outros concorrentes.

Sentada em segundo lugar após a pontuação global ficou a bielorrussa Anna Kamenshikova. Ketevan Arbolishvili da Geórgia conseguiu subir ao terceiro lugar. Após a demonstração com a bola, partilhou as suas impressões sobre a competição.

Esta era a minha nova demonstração. Realizei-a pela primeira vez e devo dizer que me pareceu espantosa.
Ketevan Arbolishvili
Participante, campeã (Geórgia)

O vencedor do torneio será decidido em Moscovo na VTB Arena a 17 de Dezembro, com base nos desempenhos globais com os 4 aparelhos.