Surto de gripe das aves causa desastre de vida selvagem em Israel

Surto de gripe das aves causa desastre de vida selvagem em Israel
Direitos de autor MENAHEM KAHANA/AFP or licensors
De  Fátima ValenteAP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mais de 5.000 grous migratórios morreram numa zona agrícola com lagos, no norte de Israel, devido a um surto de gripe das aves quando faziam a migração para África

PUBLICIDADE

As autoridades israelitas idizem estar a passar pelo desastre da vida selvagem mais mortal na história do país por causa de um surto de gripe das aves que matou milhares de aves migratórias.

Pelo menos 5.200 grous migratórios que seguiam viagem através de Israel para África morreram no Vale de Hula, uma zona agrícola do norte de Israel, onde abunda a água, e as autoridades estão com dificuldades em resolvera situação.

Um porta-voz do parque Hula Lake disse que os trabalhadores estavam a remover as carcassas o mais rápido possível, por receio de que possa infectar outros animais selvagens, incluindo abutres que se alimentam de animais mortos.

O ministro da Proteção Ambiental, Tamar Zandberg, escreveu no Twitter que a crise é "o dano mais grave à vida selvagem na história do país".

Um porta-voz do Ministério da Agricultura disse que meio milhão de galinhas iriam ser abatidas para evitar a propagação da doença.

Cerca de meio milhão de grous atravessam todos os anos Israel a caminha de África, e um pequeno número fica para trás.

Este ano estima-se que cerca de 30.000 grous permaneçam em Israel durante o Inverno.

As autoridades acreditam que as aves infectadas contraíram a doença em galinheiros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

França vai lançar campanha de vacinação das aves de capoeira

As espécies mais ameaçadas da Europa a proteger no Dia Mundial da Vida Selvagem

Gripe das aves leva autoridades britânicas a abaterem 6000 patos